Pesquisa personalizada

terça-feira, 7 de julho de 2009

O Golpe da Herbalife

Este é um depoimento de alguém que diz ter sido vitima de um golpe realizado pela Herbalife. Este blog não pode garantir a veracidade dos fatos aqui narrados visto que seu autor não se identifica, mas se você trabalha, conhece alguém que trabalha ou pretende trabalhar com a Herbalife deve ler este depoimento e julgar por você mesmo sua veracidade ou não.


A Lavagem Cerebral e o Golpe da Herbalife.


Este alerta tem por objetivo evitar que cada vez mais pessoas caiam no terrível e desgraçado golpe chamado Herbalife.


Se você nunca se envolveu com a Herbalife, que isso lhe sirva de alerta para que você não tenha a infelicidade de cair nessa armadilha. Espalhe esse alerta para todos que você ama, pois, como uma doença ou como drogas, o golpe começa escondido e afeta toda a família de forma silenciosa e destruidora.


Se você já trabalha com a Herbalife, tenho muito pesar por você, pois muito provavelmente você não acreditará em nada que vou dizer, justamente devido à eficiente programação que fizeram em sua mente. Você realmente acredita que está fazendo o melhor negócio de sua vida e com a melhor empresa do mundo. Sei disso por que já pensei como você.


Se você tem algum parente ou amigo que está pensando em trabalhar com a Herbalife, não se omita! Avise-o enquanto é tempo e faça-o ler esse artigo.


Prefacio:


Quem já não recebeu algum daqueles convites insistentes, oferecendo a oportunidade para trabalhar em uma empresa multinacional, que busca líderes, que não se trata de vendas, na qual você poderá trabalhar em casa e ganhar muito dinheiro? Normalmente não diz o nome da empresa e nem do que se trata. Porque será? O que é isso afinal?


Antes de iniciar gostaria de dar alguns esclarecimentos:


• Primeiramente me desculpar pelos meios que estou utilizando para divulgar esse alerta, usando a Internet, e pelos e-mails em massa (spam), pois percebi que teria que utilizar as mesmas armas sujas que essa corja de lobos usa para alcançar suas vítimas. Estou usando exatamente os mesmos programas e listas de e-mails que eles me deram e ensinaram a usar. Além disso, não tenho recursos para divulgar isso por jornais ou TV, justamente porque esses malditos me levaram tudo, dinheiro, família, sonhos, dignidade, tudo.


• Estou fazendo disso um ato de cidadania e utilidade pública, pois é meu dever alertar aos cidadãos de todo o Brasil sobre esses bandidos engravatados, que roubam e pilham impunemente, tendo por fachada o que chamam de Oportunidade de Negócio da Herbalife. Cuidado! Eles podem estar mais perto de você e de sua família do que você imagina.


• Em segundo lugar, quero deixar claro o porquê de eu não me identificar. A liderança dos distribuidores da Herbalife, formados pelo que eles chamam de “presidentes” e “milionários”, é uma verdadeira máfia, organizada e poderosa. Já fui ameaçado várias vezes por essas pessoas apenas pelo fato de contar minha história para pessoas mais próximas. Imagine então agora, que estou expondo tudo isso publicamente. Preciso tentar preservar minha integridade física e de minha família. Tomei inclusive medidas preventivas para, caso me aconteça alguma coisa, que os motivos fiquem públicos, e os nomes dos que já me ameaçaram sejam devidamente relatados às autoridades.


• Também quero esclarecer que não estou atacando o sistema MLM, também conhecido como marketing multinível ou marketing de rede. Nesse ramo, como em qualquer ramo de negócios, existem empresas desonestas, mas também empresas sérias que não se valem de táticas desonestas ou duvidosas para se enriquecer às custas dos distribuidores.


• E finalmente quero deixar claro que não tenho nada contra os pobres distribuidores iludidos, nem contra os produtos fabricados pela empresa Herbalife, nada contra sua qualidade, e nada a dizer sobre sua eficácia. Recomendo até que, se puder, compre um produto, mas só no intuito de ajudar mais uma vítima desse golpe a recuperar parte de seu prejuízo. Apesar de que o prejuízo social, em geral, é irreparável.


Você deve estar se perguntando – “Mas se isso é tão sério, como que ninguém expôs essa sujeira toda antes?”. A resposta é simples. São dois os principais motivos. O primeiro é que a estratégia é tão bem feita que o final, a vítima acredita sinceramente que a culpa foi dela mesma, que ela é que fez algo de errado e por vergonha de seu fracasso ou de sua ingenuidade, prefere nunca mais falar no assunto. E o segundo motivo é porque a empresa e as lideranças se expõem o mínimo possível e por isso não são um foco de interesse para a justiça ou para a imprensa.


Do que se trata afinal esse negócio da Herbalife?


A princípio o negócio da Herbalife é alardeado como sendo a maior oportunidade do mundo, onde qualquer pessoa, de qualquer idade e formação, pode ficar rico com a comercialização de produtos nutricionais de alta qualidade, bastando ser ensinável e seguir um sistema ao mesmo tempo simples e infalível, tudo isso sem interferir em seu trabalho atual.


Na verdade tudo isso é uma grande mentira formada por pequenas verdades, agrupadas de forma astuta.


Quer ter uma amostra? Se você já teve contato com qualquer material promocional da Herbalife você irá notar um uso acima da média da palavra “pode” e suas variações.


Exemplos:
• Você poderá alcançar sua independência financeira.
• Você poderá melhorar sua saúde com os produtos.
• Você poderá perder até 10kg em um mês.
• O produto pode auxiliar na redução do colesterol.
• Você pode ficar rico!


Isso não passa de uma velha tática utilizada pela empresa, e que a tem livrado da acusação de propaganda enganosa por muitos anos, simplesmente por colocar uma margem imprecisa de dúvida nas frases. Dessa forma a Herbalife não precisa garantir nada do que diz. Afinal tudo “pode ser”, como “pode não ser”.


Da mesma forma podemos dizer: Você pode ganhar na loteria. Você pode morrer amanhã ou daqui a 80 anos.


As chances são mínimas.


Em termos estatísticos, “é mais fácil você ganhar na loteria do que ganhar dinheiro de verdade na Herbalife!”, é fácil comprovar isso. Nos últimos oito anos surgiram cerca de 20 “presidentes” (nível topo da Herbalife no Brasil), enquanto na loteria, no mesmo período, mais de 2000 pessoas ganharam os prêmios máximos. Isso quer dizer que é 100 vezes mais fácil ganhar na loteria do que se dar bem na Herbalife.


Infelizmente o público ignora essa palavra “pode”, simplesmente por não ter impacto negativo suficiente para mostrar o seu verdadeiro significado, que seria exatamente “as probabilidades são mínimas”.


Outra palavra que eles usam e abusam é “preconceito”. Dirão pra você que as pessoas tem “preconceito” da Herbalife e que as acusações de fraude são apenas boatos. Vale destacar como os distribuidores (todos) usam a palavra. Chega a ser engraçado. Eles falam bem separadamente “pré .. conceito”, imitando milimetricamente seus líderes e demonstrando mais uma vez que realmente estão sendo “adestrados”.


Além disso, é passada uma mensagem clara e poderosa de que você não deve dar ouvidos a quem tentar lhe avisar do golpe. Veja esse texto que foi retirado de um dos websites da Herbalife, e que é constantemente repetido ao final dos treinamentos “Cuidado com os Ladrões de Sonhos. Sabe quem são eles – amigos e parentes que lhe dão conselhos, sem você ter pedido, sobre sua escolha de carreira, suas finanças e sua vida. Acredite em você! Não permita que os destruidores de sonhos deixem essa oportunidade longe de você.”


Que absurdo! Parece papo de traficante, dizendo para o cliente esconder seu vício da família! Acho que agora você já está começando a entender. Mas tem muito mais sujeira de onde saiu essa. Você verá como os verdadeiros destruidores de sonhos, vidas e famílias são exatamente eles mesmos!


Um pouco de minha historia.


Sou engenheiro civil, formado pela UFRJ, com mais de 10 anos de carreira. Minha especialização em estruturas metálicas e de concreto armado me garantiu sempre uma boa posição profissional e respeito dos colegas. Possuía um bom emprego, casa própria, carro do ano, uma boa poupança, família com esposa e dois filhos. Era um ótimo estilo de vida, inalcançável à maioria dos brasileiros. Nada do que reclamar.


Mas, por mais duro que seja para nós admitirmos, existem em todos nós os vírus da ambição e da preguiça. Sinceramente falando, quem não quer ganhar mais e trabalhar menos (ou pelo menos trabalharmos apenas no que gostamos).


Por isso sempre fiquei atento a oportunidades de negócios, franquias, pois tinha em mente ter uma atividade paralela para garantir uma segunda forma de renda. Se fosse um negócio da china, melhor ainda.


O canto da sereia


A maioria das pessoas são atraídas para a Herbalife pela Internet, através de sites camuflados, que veremos mais à frente. Eles não dizem o nome da empresa e nem do que se trata o negócio, normalmente se intitulam com nomes pomposos como WorkVip, STC, Gold Life, Sistema Trabalhe em Casa, SMD, e muitos outros disfarces. Isso tudo tem um motivo e mais tarde ensinarei a identificar esses sites malditos que poluem a Internet e que entopem nossa caixa postal com sua propaganda enganosa.


Da mesma forma fui atraído por um desses sites, mas não consegui saber de forma alguma sobre o que se tratava o negócio. Pra isso eu tinha que comprar algo chamado “pacote de decisão”. Movido pela curiosidade decidi desembolsar cerca de R$ 50,00 para saber qual era esse negócio tão maravilhoso.


Recebi um pacote que trazia alguns folhetos e um vídeo que mostrava pessoas bem sucedidas dizendo estar ganhando dinheiro, que era o negócio do século. Muita informação teórica, mas ainda não me falavam o nome da empresa e nem como tudo funcionava. Nesse ponto eu tinha que solicitar o restante do material, que já estava incluso nos R$ 50,00 que paguei no início. Até então você não tem como contatar ninguém. Não há nem um e-mail para responder perguntas. Tudo proposital. Tudo escondido.


Isso é uma jogada psicológica, cria ansiedade e faz a pessoa desejar mais ainda participar dessa mágica que fez aquelas pessoas ficarem ricas e felizes. Só na segunda parte do material é que é apresentada a empresa, e a essa altura você já está convencido de que tudo é tão bom que até esquece tudo que possa eventualmente ter ouvido sobre a Herbalife e seus problemas.


Além disso, como você já gastou dinheiro, você decide “ir em frente pelo menos pra recuperar o que já gastou”. Foi o que fiz.


Só aí, quando você já está “amaciado” e é presa fácil é que a primeira pessoa de carne e osso aparece. Fui contatado pelo meu “patrocinador”, ou como alguns dizem, meu “mentor”, que iria me orientar em meus passos na empresa. Fiquei sabendo que precisava adquirir um kit de inscrição (esse sim fornecido pela Herbalife) que custava “apenas” R$ 120,00 e que era meu “ingresso na empresa”. Além disso, se eu realmente quisesse ter sucesso precisaria participar de um STS, que custava mais R$ 120,00 por pessoa. Para levar minha mulher e dois filhos gastei nada menos do que R$ 380,00.


Somando-se ao que gastei no tal pacote de decisão, no kit de inscrição e no treinamento, só pra conhecer por completo do que se trata o negócio eu já havia gastado R$ 550,00 e me achava o cara mais sortudo da terra. Eu nem havia começado nada na prática.


(Note como isso é uma mina de ouro, não para nós é claro. Por mais que digam que esse material inicial não tem fins lucrativos esse dinheiro vai pra algum lugar, pois do meu bolso eu sei que saiu. Cada 100 distribuidores representam nada menos do que R$ 55.000,00 só nessas despesas iniciais para se conhecer o negócio)


Envolvido, fisgado e fora de controle.


Em pouco tempo eu estava completamente envolvido, vendi um de meus carros para comprar um estoque enorme de produtos e me tornar supervisor, pois meu “mentor” garantiu que isso era a melhor forma de garantir o sucesso rapidamente. Passei a tentar vender os produtos e recrutar novos distribuidores. Não é impossível fazer essas duas coisas, mas é extremamente desgastante.


Fiquei tão enfeitiçado com a Herbalife que passei a assediar as pessoas de meu círculo de relacionamento com esse assunto o tempo todo. Eu respirava Herbalife.


Eu tinha certeza de que o mundo todo estava errado e que meus parentes e amigos eram “cegos” por não enxergarem as maravilhas dos produtos e as vantagens da oportunidade de negócios da Herbalife. Afinal eu estava convencido de que estava lutando por um mundo melhor, que estava trabalhando para a melhor empresa do mundo, que tinha os melhores produtos e a melhor oportunidade de sucesso. Na prática, dinheiro que é bom, até ganhava, mas era menos do que eu tinha que gastar para manter a atividade. Ou seja, estava tendo prejuízo e gostava.


Ladeira abaixo


Toda a credibilidade que desenvolvi durante anos de carreira e convívio social começou a ser destruída, passei a ser evitado pelos amigos e parentes. Já era conhecido como “aquele chato da Herbalife”.


Não é difícil concluir as conseqüências que isso trouxe à minha vida social e profissional. Passei também a ser evitado nos projetos mais importantes, pois todos notavam que minha cabeça estava só na Herbalife.


Quando perdi meu emprego, ainda fui arrogante o suficiente para dizer a todos que “melhor assim, pois agora poderei me dedicar 100% a Herbalife”. Imaginei que agora sim, trabalhando em tempo integral, meu sucesso seria astronômico. Só que eu já estava trabalhando a tempo integral e não sabia, pois falava de Herbalife no trabalho, nos passeios, com a família. Ao perder o emprego não ganhei nenhum tempo adicional para a Herbalife e não tive nenhum incremento no ritmo de meus trabalhos.


Meus gastos mensais com Herbalife eram enormes, e por mais que eu ganhasse algum dinheiro com a Herbalife, tudo ia para continuar girando o negócio. Só com o STS, panfletos, anúncio em jornal, Internet, telefonemas e gasolina eu gastava cerca de R$ 2000,00 por mês, tudo com a Herbalife.


Eu seguia rigorosamente as “receitas” passadas pelas lideranças para “fazer o negócio do jeito certo”, afinal eles mesmos dizem que basta ser ensinável e não inventar nada, pois o sistema já era comprovadamente eficaz. Fiz o tal do plano de 90 dias no qual você tem metas a alcançar em termos de “fazer contatos” durante três meses. Segui à risca, mas os resultados foram aquém do esperado. Repeti o plano com novas ferramentas e com orientação dos “experts”. Os resultados continuaram decepcionantes. Mas segundo eles “quem quiser ser um vencedor tem que ser persistente e consistente”.


Minha esposa estava preocupada, mas confiava em mim, mesmo quanto comecei a utilizar a nossa poupança e os cartões de crédito para custear as despesas da casa, pagar as contas e prestações, pois todo o dinheiro da Herbalife era “comido” pelo próprio negócio.


Persistindo no erro


Eu mostrava feliz para meus amigos os cheques de mais de R$ 1000,00 que eu recebia da Herbalife, eram os royalties, que são comissões referentes à movimentação de outras pessoas que eu atraía para a armadilha. Com esses cheques eu atraía mais pessoas para a Herbalife, mas eles não sabiam que para ter aquele cheque eu gastava muito mais do que aquilo. Era uma ilusão e eu mesmo me recusava a ver.


Eu achava que todas essas despesas seriam ninharia quanto eu estivesse ganhando muito dinheiro na Herbalife. Mas foi aí que começou a se revelar para mim que para ganhar dinheiro na Herbalife você deve entrar em sintonia com um sistema corrupto e golpista.


Meu patrocinador era uma excelente pessoa, que como eu foi enfeitiçado pela Herbalife. Fiquei chocado quando ele saiu da Herbalife exatamente quanto se tornou GET, que é um nível privilegiado na Herbalife. Na época ele ficou muito deprimido e não quis comentar o assunto, mas disse que um dia eu entenderia.


Algo cheirava podre


Quanto eu me tornei o que eles chamam de “equipe mundial” algumas coisas já começaram a aparecer. Nesse ponto você passa a ter treinamentos aonde as coisas vão ficando mais claras. Você começa saber que o sistema sobrevive às custas do dinheiro dos distribuidores, se eles vendem ou não o produto é um mero detalhe, problema deles, o importante é que comprem, estoquem, joguem no lixo se quiser.


Nas reuniões cansei de ouvir a liderança dizer que “nesse evento temos que convencer as pessoas a fecharem supervisão…” (que corresponde a comprar R$ 9000,00 em produtos) “pois isso nos garantirá quase R$ 1000,00 de comissões”, ou então “precisamos convencê-los a trazer pelos menos cinco pessoas no próximo evento” ou ainda “temos que mexer com o sonho das pessoas, desse jeito a gente os convence a vender até a mãe”. Essas pérolas saíram das bocas dos digníssimos presidentes da Herbalife.


Começava a ficar claro que esse é um negócio exploratório, mas por incrível que pareça você continua a se enganar e achar que os fins justificam os meios. A maioria dos distribuidores que não fazem parte da liderança realmente acredita que estão oferecendo algo de bom para o mundo.


A revelação


Quanto cheguei a GET eu entendi o que aconteceu com o meu “mentor” e o que fez com que ele saísse da Herbalife, pois nesse ponto você passa a ter acesso à maioria das verdades até então disfarçadas ou distorcidas.


Nas reuniões das equipes “TAB”, que é como são chamadas as lideranças da Herbalife, não é raro ouvir termos do tipo “fazer os trouxas soltarem o dinheiro” ou “transformá-los em Herbalóides” ou então “se o cara não tiver mesmo mais dinheiro então se livre dele”. Isso tudo mostra que a Herbalife não é uma oportunidade para as pessoas melhorarem de vida e ganharem dinheiro, e sim para as pessoas que tem algum dinheiro, mesmo que de suas economias, injetarem tudo na Herbalife. Não importa se isso será bom pra elas ou não.


Quando isso é revelado a uma pessoa que chega a GET, o que ela fará dai por diante depende do tipo de pessoa que ela é, e pude perceber que nesse sentido existem três tipos de pessoas:


1. Pessoas que tem um mínimo de moral suficiente para perceber que tudo isso não passa de um golpe sujo e que se ela quiser continuar com isso terá que se envolver com essa sujeira toda.
2. Pessoas que, não querem fazer nada ilícito, mas se enganam, fazem vista grossa, procuram justificar-se perante aos outros e a si mesmas dizendo que essas coisas acontecem apenas raramente, que não é bem assim, e dessa forma continuam seus negócios na Herbalife de uma forma morna.
3. Pessoas gananciosas e imorais, que não se importam se o sucesso claramente depende da desgraça de muitos outros, inclusive amigos, parentes, colegas, pessoas honestas, tanto faz. Nada mais importa, contanto que possam botar as mãos em sua fatia do bolo. Alguns desses são os que se tornam presidentes na Herbalife.


Adiando o inevitável


Eu fui exatamente o do tipo dois. Achava que tudo isso era apenas uma forma mais agressiva fazer com que as pessoas trabalhassem mais rápido. Que era uma forma de selecionar os melhores, de destacar líderes e que os que sucumbiam eram fracos e despreparados. Eu acreditava ser um dos melhores e estar com os melhores e passei a desprezar aqueles que diziam estar tendo prejuízo com a Herbalife, classificando-os como fracos e incompetentes.


Só que eu mesmo não percebia que também estava tendo prejuízo com a Herbalife. Minhas reservas já tinham se acabado, o lucro líquido com a Herbalife ainda era insignificante e algumas contas já começava a ser pagas com alguns dias de atraso. Problemas insignificantes, eu pensava.


A realidade começou aparecer à medida que as pessoas que eu havia recrutado para a Herbalife, e que faziam parte de minha rede, começavam a sucumbir no prejuízo. Muitos deles eram pessoas competentes, e que até estavam fazendo um bom trabalho na Herbalife, mas mesmo assim não conseguiram retorno financeiro suficiente para sustentar o negócio e quebraram.


Vi pessoas que confiavam em mim perderem seu patrimônio e suas economias para a Herbalife, parte por minha culpa, pois eu as havia trazido para o negócio e permiti que colocassem todo seu dinheiro nessa armadilha.


Vi a situação geral de minha família se deteriorar, tanto financeiramente quanto no relacionamento mútuo, pois coloquei muitos parentes naquilo que eu achava ser o melhor negócio do mundo. Fiz isso achando sinceramente que estava lhes dando um presente, mas na verdade eu os atraí para o mesmo buraco que estava me engolindo.


A realidade lhe cairá na cabeça


O golpe final aconteceu quando minhas finanças entraram em colapso. Isso mesmo tendo me tornado GET e mesmo tendo o que todos consideravam um sucesso incrível na Herbalife. Aliás todos na Herbalife fingem ter um sucesso incrível, pois não querem desmotivar suas equipes. Além disso não querem ficar por baixo de todos outros, que também estão fingindo.


Estava cada vez mais difícil vender os produtos e recrutar pessoas. A cidade onde eu morava estava absolutamente saturada de Herbalife. Os produtos cada vez mais caros. A Internet absolutamente poluída de sites da Herbalife, disfarçados ou não.


Minha poupança havia secado. Cartão de crédito estourado. Minhas contas estavam todas atrasadas. O dinheiro saía em grandes quantidades para os gastos com a Herbalife (produtos, eventos, etc.) e entrava picadinho, bem aos poucos, o que sobrava mal cobria as despesas da casa. Insistir até o último instante, pois a lavagem cerebral era tão potente que eu sempre tinha certeza que faltava apenas mais um dia para que eu “decolasse” na Herbalife. É como o jogador de Poker “vai ser na próxima cartada”.


Minha esposa que até então suportou e até ajudou em muitas de minhas loucuras, agora já não estava tão contente. Tive que colocar as crianças em uma escola muito inferior. Tudo isso somado ao pouco tempo que eu dedicava à família por estar sempre ocupado com a Herbalife, que acabou por afetar até meu casamento. Era exatamente o oposto à qualidade de vida que haviam me prometido.


Como acontece com 99,9% das infelizes vítimas dessa falcatrua, eu também naufraguei, e fundo. O pior é que isso faz parte do sistema, pois dessa forma o sistema se recicla e os desgastados são descartados.


Os presidentes subsistem justamente por causa dessa reciclagem. Abaixo deles, os “milionários” administram o resto da massa, dos GETS pra baixo. Esses se alternam ciclicamente, se desgastam e caem, mas antes deixando vários outros recrutados, que fazem com que esse sistema sórdido se perpetue.


Como eles mesmos dizem nas reuniões, “todos os meses milhares de brasileiros completam 18 anos, por isso nosso mercado é inesgotável”, ou seja, todo dia haverá um novo otário para que lhe arranquemos as economias de uma vida.


Em resumo:


Antes da Herbalife eu era um engenheiro bem sucedido, com uma família feliz, uma vida confortável e dinheiro no banco.


Hoje estou falido, devo para o banco, para o cartão de crédito, para parentes e amigos, sem a mínima perspectiva de poder saldar essas dívidas. Perdi os dois carros que tínhamos, perdi o emprego, corro o risco de perder a esposa que foi morar com os pais, junto com meus filhos, por falta de condições aqui em casa. Meus amigos me odeiam, meus ex-colegas de trabalho têm pena e não confiam mais em mim, minha família acha que enlouqueci e que estou colhendo os frutos dessa loucura.


Todos têm razão, fui enlouquecido por um esquema maldito e criminoso, organizado de forma ardilosa e inteligente por uma quadrilha muito bem organizada.


Esses bandidos usam roupas de grife, têm curso superior, falam inglês e tem ótima aparência. A maioria deles figura nesses sites, como testemunhos de como o sistema funciona. Sim, funciona para eles, e para alguns poucos selecionados de seu próprio círculo de influências. Os outros serão apenas espremidos e seus bagaços descartados como lixo.


Parte do dinheiro ficará com esses crápulas, enquanto outra parte vai para fora do Brasil, para a Herbalife nos Estados Unidos. Até nesse ponto somos duplamente prejudicados, pois são nossas divisas escoando para o exterior, de uma forma direta e contínua, às custas da miséria e sofrimento dos distribuidores. Sem dúvida uma atividade criminosa e cruel.


Lavagem cerebral


Um site americano anti-herbalife define muito bem – “Herbalife é uma armadilha emocional e financeira”.


Distribuidores da Herbalife são como ovelhas. Os líderes são lobos que, antes de comê-las, as ensinam a trazer mais ovelhas. Dessas novas, eles comem algumas e ensinam as outras a trazerem mais, e assim por diante. Os lobos não precisam sequer sair da toca. As próprias ovelhas irão trazer mais ovelhas. Se uma dessas ovelhas for bastante eficiente e trouxer centenas de outras ovelhas, poderá um dia transformar-se em lobo, e também passará a comer ovelhas.


É por isso que a liderança raramente se expõe. Suas ovelhas são seus “testas-de-ferro”, descartáveis e substituíveis. A liderança não precisa vender produtos, nem entregar panfletos, nem fazer spam na Internet, muito menos ouvir insultos ou levar calotes dos clientes. Eles têm um batalhão de ovelhas fazendo tudo isso pra eles, e cada um usando seus próprios recursos. São mais que escravos, são empregados que pagam para trabalhar.


Alguns líderes da Herbalife ainda obtêm um lucro adicional, vendendo para seus subalternos livros, CDs, camisetas, broches, adesivos e outras quinquilharias. Mas não de forma natural e sim compulsória, afinal “quem não comprar hoje 20 camisetas não está comprometido com o negócio”.


Na Herbalife tudo funciona assim, “rápido, rápido, rápido”, sem tempo pra pensar. Eles lhe dirão que o momento é agora, que só trabalham seriamente com pessoas de decisão rápida e que esse é um dos fatores da “seleção”. Que piada! Na verdade eles não querem que você tenha tempo pra pensar, analisar e investigar.


O principal método utilizado pela Herbalife é um eficiente sistema de lavagem cerebral.


Quando menciono essa lavagem cerebral para as pessoas elas acham estranho. Imaginam as pessoas sendo hipnotizadas por algum guru poderoso e perdendo a própria vontade. É claro que isso não é feito dessa forma estereotipada, mas o impacto é tão devastador quanto.


Quem já não ouviu falar em programação neurolinguística? É um método eficiente, freqüentemente utilizado de forma construtiva, para motivar equipes, desenvolver líderes e aumentar a produção de empresas. As equipes da Herbalife utilizam habilmente essas técnicas para literalmente programarem na mente de seus distribuidores o que eles tem que fazer, como fazer, e que isso que eles estão fazendo é realmente a coisa certa.


Isso é feito através de uma série de eventos e palestras que eles chamam de “sistema”. Inúmeras vezes ouvi os membros da liderança nos dizendo “basta colocar o indivíduo no sistema”.


O sistema


O sistema é usado para alienar as pessoas do mundo real e torná-los ávidos defensores da Herbalife, sendo formado por uma série de eventos, cursos e palestras, os mais comuns são:


• HOM (Herbalife Opportunity Meeting): São pequenas reuniões, gratuitas, normalmente semanais, com o objetivo de captar novos interessados. O distribuidor deve trazer o maior número possível de convidados para que lhes seja apresentada a “oportunidade de negócio”. Como regra, ao convidar uma pessoa não se pode dizer que se trata de Herbalife, veremos mais sobre o porquê disso. Nesse evento farão de tudo para convencer as pessoas a entrarem no negócio ou a participarem de um evento maior onde supostamente conhecerão todos os detalhes da “maravilhosa” oportunidade. Se a vítima decidir aderir terá que desembolsar imediatamente algo equivalente a R$120,00 pelo kit de inscrição e mais uns R$150,00 em convites para treinamentos “indispensáveis para quem quer trabalhar seriamente com a empresa”. A partir desse ponto, nada mais é de graça.


• Quick start: É um pequeno evento, pago, a nível municipal, feito em algum hotel suntuoso, que supostamente teria como objetivo dar um treinamento inicial àqueles que acabaram de aderir ao negócio. Mas o verdadeiro objetivo é convencê-los de que para “começar bem” eles tem que adquirir (comprar) pelo menos R$ 2500,00 em produtos para se tornarem “construtores de sucesso” ou, melhor ainda, R$ 9000,00 para virarem “supervisores”. Além disso, fazem a promoção do grande evento mensal, o STS.


• STS: Evento mensal de grandes proporções, pago, dois ou três dias consecutivos, normalmente em um hotel fora da cidade para que a pessoa fique realmente imersa unicamente em assuntos relacionados a Herbalife. Supostamente STS quer dizer Sistema de Treinamento para o Sucesso. Só se for o sucesso da máfia exploradora por trás disso, pois justamente esse evento é que arranca tudo o que resta de bom senso na pessoa e a torna uma verdadeira escrava da Herbalife, que trabalhará arduamente e incansavelmente por vários meses, até sucumbir à realidade ou à miséria. A parte mais suja e cruel dessa lavagem cerebral é que na grande maioria das vezes, as vítimas, depois de terem suas vidas destruídas pela Herbalife, continuam acreditando em tudo que lhes foi programado, e quase sempre terminam convencidas que fracassaram por sua própria culpa. Ainda continuarão afirmando que Herbalife é o melhor negócio do mundo e não aceitam que pessoas lhes digam o contrário. Algumas mal vêm à hora de por a mão em algum dinheiro para novamente injetá-lo na Herbalife.


Conheço um ex-distribuidor, falido, família destruída pela Herbalife, que hoje, apesar estar claro que a experiência com a Herbalife acabou completamente com sua vida e seus sonhos, ainda chora por não estar mais participando dos eventos, e por não ter dinheiro para se requalificar como supervisor! Incrível, é um vício que pode ser comparado ao jogo ou ao alcoolismo.


Como disse antes, a grande mentira da Herbalife é feita de várias pequenas verdades, agrupadas de forma astuta para fazer o golpe parecer factível e provável. Como veremos a seguir:


A Herbalife é uma empresa sólida, tem mais de 20 anos e está presente em 70 países. Os dados estão corretos, realmente a empresa é muito lucrativa para seus donos, acionistas, e lideranças. Justamente por isso pode se expandir dessa forma. A empresa cresce justamente às custas de seus distribuidores, que na verdade são funcionários que pagam para trabalhar. Qualquer empresa com milhares de funcionários que pagam em vez de receber terá um estrondoso crescimento.


Os produtos são de excelente qualidade e se vendem sozinhos. Sim, os produtos têm ótima qualidade, mas essa qualidade tem um preço exorbitante. Se os produtos se vendessem sozinhos não seriam necessários distribuidores. Na verdade são inacessíveis à maioria da população.


Você tem uma excelente margem de lucro de 25% a 50%. Isso é possível porque a Herbalife, utilizando distribuidores independentes, economiza em despesas como lojas, funcionários, propaganda, transporte, etc. Sim, sem dúvida a Herbalife economiza nisso tudo. Que bom pra eles. Quem paga por tudo isso é você. Pra conseguir vender algo você vai ter que bancar propaganda, gasolina, telefone, impostos (o ICMS integral é deduzido de sua margem), cheques sem fundos dos clientes, clientes insatisfeitos, etc. Tudo isso do que a Herbalife se livrou, ela dá de presente pra você. Seus 50% de lucro servirão muito bem pra cobrir essas despesas.


Não se trata de vendas, apenas de compartilhar os produtos e a oportunidade. Claro, compartilhar com o mundo, fazer propaganda, divulgar. E no final vender. Senão o dinheiro não entra. É claro que se trata de vendas. O que é isso senão vender?


Você deve utilizar todos os produtos, pois além de ser bom pra sua saúde você falará deles com mais sinceridade. Sem dúvida você saberá na prática o quanto pesa no orçamento usar todos esses produtos diariamente, mesmo com desconto. Pronto, lá se vai mais uma grande fatia de seu lucro nesses produtos para consumo próprio. Para a Herbalife e para a liderança, simplesmente mais dinheiro garantido. Se é você ou o cliente que consume o produto, pra eles não faz a menor diferença, contanto que o dinheiro entre.


Você terá sete formas de ganhos. Os ganhos são ilimitados. Se você conseguir se manter na Herbalife por uns cinco anos, sem ir à falência, pode ser que consiga obter quase todas as formas de ganho. Será muito improvável que você chegue a esse ponto, mas se chegar, será às custas da desgraça de muitas pessoas, de muitos casamentos desfeitos, de muitos sonhos desmoronados, de muito choro e sofrimento, tudo isso estará impregnado no dinheiro que você estará recebendo.


Você terá mais tempo com sua família. Supostamente trabalhar em casa com a Herbalife parece proporcionar mais tempo para a família e o lazer. Se você quiser ter um mínimo de sucesso financeiro terá que trabalhar como louco, não terá tempo pra nada, não terá finais de semana nem feriados, trabalhará de madrugada, viverá num nível de stress altíssimo e seu relacionamento familiar irá se deteriorar.


Você terá mais qualidade de vida. A liderança terá, com certeza, às suas custas. Se você não tiver um infarto ou uma úlcera, não perder os amigos nem ganhar a inimizade de seus parentes, considere-se com muita sorte.


Você será dono do seu negócio. Você trabalhará por conta, isso é verdade. Mas você não é dono de nada. Eles lhe virarão as costas assim que você não for mais uma fonte de renda.


Quem não tem sucesso com a Herbalife é porque não foi sério o suficiente. Não se comprometeu com o negócio. Certamente você terá que se envolver de corpo e alma, e se tornar um deles para ter sucesso. É exatamente isso que eles querem que todos pensem, assim, quando você ver aquele seu vizinho que perdeu o carro para pagar as dívidas causadas pela Herbalife você dirá -”coitado, ele não foi sério o suficiente, mas eu sou”. Eu também pensei assim um dia e hoje sinto a dor e o desespero daqueles que desprezei e classifiquei como fracos e incompetentes. Na verdade o sucesso na Herbalife não depende em nada de competência, mas sim de frieza, ganância e mau-caráter.


Tenho certeza de que muitos distribuidores da Herbalife, novatos ou veteranos, estão me amaldiçoando ao lerem essas palavras. Eles defendem a Herbalife como uma religião, como um time de futebol. Não há mais espaço para a razão, apenas para um emocionalismo inflamado como se fosse uma seita de fanáticos.


Não é raro ver pessoas dignas, senhoras e doutores, dançando músicas do Village People nos palcos dos eventos da Herbalife, pois de acordo com a liderança “Quem não dança o YMCA não vira presidente!”. São completamente manipulados. É o cúmulo da degradação da dignidade humana.


Propaganda enganosa


A principal forma de atração é através de SPAM (e-mails em massa), com um texto que na maioria das vezes se refere a uma empresa multinacional, que tem vagas para pessoas dinâmicas ou líderes, e que talvez você se enquadre nas exigências. Costumam até mencionar o valor do suposto “salário”, como sendo algo concreto e garantido. São cifras que chegam a passar dos R$ 7.000,00 mensais. Parece o emprego dos sonhos não? Mas a única exigência mesmo é que você tenha dinheiro, ou arranje dinheiro de algum jeito.


Mas eles também costumam colocar propaganda paga na Internet, com o custo rateado entre os distribuidores é claro. A Herbalife e a liderança não abrem a mão nem pra dizer bom dia.


Uma verdadeira máfia por trás da Herbalife no Brasil


Agora chegou a hora de dar os nomes aos bois, ou melhor, aos abutres que tem devorado as economias de pessoas de bem e ainda por cima ajudado a uma multinacional inescrupulosa a levar nossas divisas para fora do país.


Antes deixe-me explicar, para quem não sabe, a hierarquia dos distribuidores da Herbalife no Brasil. Os soldados rasos são os distribuidores, depois vêm os supervisores, a Equipe Mundial, os GETs, os Milionários e finalmente os Presidentes. Estes dois últimos são os que coordenam a bandalheira do sistema.


Não é coincidência o fato de que a grande maioria dos Presidentes da Herbalife no Brasil sejam parentes, ou amigos muito próximos, pois é tudo uma questão de interesses mútuos.


Por exemplo, a famosa família Fugihara que tem três presidentes, o pai e dois filhos. Da mesma forma os Araújo e os Meinberg, que apesar dos nomes diferentes são parentes. Mais fechado ainda é um grupo de Israelenses, “os judeus da Herbalife”. Tem também os Portugueses, os Batista, entre outros.


Esses grupos e essas pessoas é que são responsáveis pela perpetuação do golpe, pela renovação das idéias e das artimanhas. Em geral são muito carismáticos, falam bem, se vestem bem. Os piores são exatamente os que transmitem um ar de simpatia e honestidade, lobos sob peles de ovelha.


Como recuperar seu dinheiro


Se você acabou de entrar nessa fria, e ainda tem em mãos os produtos que lhe “sugeriram” comprar para se tornar um “construtor de sucesso” ou um “supervisor”, saiba que, apesar de eles não te dizerem, você tem o direito de devolver todos os produtos para a Herbalife e ser reembolsado do valor integral dos mesmos, incluindo impostos. Isso é possível não por iniciativa da Herbalife, muito menos as lideranças. O caso é que o código de proteção ao consumidor os obriga. Eles farão de tudo para tentar convencê-lo a não devolver produtos, colocarão obstáculos e argumentos, mas não podem te impedir. Aproveite a chance e saia dessa enquanto perdeu apenas tempo


Ass. Engenheiro.

1 comentários:

Médico Homeopata ETERNO APRENDIZ disse...

este post eh "mais antigo do q o cagaire" ... mml eh um ferramenta de trabalho e negócio! em tudo na vida o dinheiro q entra precisa PRIMEIRO PAGAR AS DEPESAS DE MANUTENÇÃO E A REPOSIÇÃO DE PRODUTOS... Má gestão financeira individual não pode ser culpa de quem lhes dá 73% , SIM, É MAIS DE SETENTA PORCENTO !!! DE LUCRO REAL... mais sucesso tem q tem boca pequena e nao avança na lua pensando q é queijo... uma coisa é uma coisa , outra coisa é outra coisa!

olair rafael da silva jr
médico

Postar um comentário

 

©2009 Guia multinivel | by TNB